Livros e Literatura

Tudo sobre Fernando Pessoa: Biografia e Obras do Poeta Português, Veja

 Tudo sobre Fernando Pessoa: Biografia e Obras do Poeta Português, Veja

A poesia é realmente incrível! Ler um belo poema já provoca emoções maravilhosas, mas qual será a sensação de criar versos admirados por todos??? O poeta portugues Fernando Pessoa sabia muito bem!

Fernando António Nogueira Pessoa nasceu em Lisboa no dia 13 de junho de 1888 e é um dos poetas e escritores mais conhecidos de Portugal. Reservado ele não gostava de expor sua vida, o que pode ser confirmado neste pequeno trecho de sua autoria:

“Se depois de eu morrer, quiserem escrever a minha biografia,

Não há nada mais simples.

Tem só duas datas – a da minha nascença e a da minha morte.

Entre uma e outra todos os dias são meus”

           Fernando Pessoa/Alberto Caeiro; Poemas Inconjuntos; Escrito entre 1913-15

 Filho de Joaquim de Seabra Pessoa e D. Maria Magdalena Pinheiro Nogueira, Fernando vivia com avó Dionísia, doente mental, e duas criadas velhas, Joana e Emília. Aos 5 anos de idade o poeta ficou órfão de pai e um ano depois viajou para a África do Sul em função do segundo casamento da mãe, onde morou durante um tempo e aprendeu a língua inglesa.

 

Seu primeiro poema foi escrito quando ainda era pequeno e desde muito jovem Pessoa mostrava o talento e a vocação para a Literatura. Acredita-se que a nova realidade do menino que agora dividia a mãe com os meio-irmãos tenha ajudado no desenvolvimento do talento de Pessoa que começou a se isolar.

 A educação britânica de Fernando Pessoa fez com que ele tivesse muito contato com a literatura inglesa e produzisse muitos poemas em ingles. Após idas e vindas da África para Portugal, se instalou de vez no país natal onde viveu com a avó até a sua morte em 1907. Com a herança que recebeu montou uma topografia que acabou falindo pouco tempo depois.

Um ano depois Fernando Pessoa começou a traduzir correspondências e esse foi o seu ofício por toda a vida. O poeta teve uma vida humilde, o que não o impossibilitou de deixar um vasto legado para a literatura portuguesa.

No dia 29 de novembro de 1935 Fernando Pessoa foi internado com cólica hepática, provavelmente causada pela cirrose hepática que ele possuia. Um dia depois o poeta morreu aos 47 anos de idade. Suas últimas palavras teriam sido: “I know not what tomorrow will bring.” (Não sei o que o amanhã trará).

Fernando Pessoa nunca se casou e acredita-se que ele tinha traços maçons sendo que era contra todas as instituições religiosas, principalmente a Igreja Católica.

Uma das principais características do poeta eram os heterónimos. Os principais foram: Álvaro de Campos, Ricardo Reis e Alberto Caeiro. Confira um poema do escritor:

TABACARIA

Não sou nada.

Nunca serei nada.

Não posso querer ser nada.

À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.

Janelas do meu quarto,

Do meu quarto de um dos milhões do mundo que ninguém sabe quem é

(E se soubessem quem é, o que saberiam?),

Dais para o mistério de uma rua cruzada constantemente por gente,

Para uma rua inacessível a todos os pensamentos,

Real, impossivelmente real, certa, desconhecidamente certa,

Com o mistério das coisas por baixo das pedras e dos seres,

Com a morte a pôr humidade nas paredes e cabelos brancos nos homens,

Com o Destino a conduzir a carroça de tudo pela estrada de nada.

Álvaro de Campos: "Tabacaria"

E você, o que acha do poeta português Fernando Pessoa??? Qual sua obra favorita??? Comente.

Assuntos do Artigo:
  • tudo sobre fernando pessoa
  • fernando pessoa biografia
  • fernando pessoa tudo sobre ele
  • obras relacionadas a vida do poeta fernando pessoa

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.