Saúde e Bem Estar

Trombose Venosa Profunda: Causas, Sintomas, Prevenção e Tratamento

Trombose Venosa Profunda

A Trombose Venosa Profunda, também conhecida no meio médico como TVP, é uma doença vascular bastante comum e que pode ter complicações bastante sérias se não for diagnosticada e tratada da forma correta. A trombose acontece quando há a formação de um trombo (acúmulo de elementos do sangue coagulados e fibrina) em alguma veia profunda, principalmente dos membros inferiores. Ela costuma ser unilateral, podendo acometer também vasos viscerais, embora seja menos comum.

Causas da trobose venosa

A tríade de Virchow resume três elementos que estão envolvidos na gênese de um trombo venoso, sendo eles: 

  • estase: situações de imobilidade como viagens prolongadas, cirurgias ortopédicas, entre outros.
  • lesão endotelial: passagem de cateteres, traumas vasculares.
  • hipercoagulabilidade: uso de anticoncepcionais orais, câncer, trombofilias, entre outros.

Há ainda fatores de risco para a doença, sendo eles: idade, obesidade, gestação e puerpério, uso de estrógenos exógenos, antecedentes pessoais ou familiares de TVP, Insuficiência cardíaca, policitemia e infecções. 

Sintomas

Os sintomas clássicos da TVP são:

  • dor na região acometida
  • cianose de extremidade
  • aumento do volume e empastamento muscular da panturrilha do membro acometido
  • aumento do relevo venoso superficial.

Uma complicação da trombose é o Tromboembolismo pulmonar (TEP), que tem como sintomas uma dispneia (falta de ar) súbita com dor torácica, cansaço, podendo haver hemoptise (tosse com sangue) e perda da consciência. 

Diagnóstico

O diagnóstico é feito pela história, exame físico e por exames complementares como: ultrassonografia com doppler venoso e dosagem sérica de dímero-D. Pode ser feito ainda um exame radiológico contrastado de veias profundas (Flebografia, Angiotomografia e Angioressonância), embora nem sempre seja necessário. 

Tratamento

O tratamento da trombose venosa profunda é feito com o uso de anticoagulantes (Heparina e varfarina) e de agentes fibrinolíticos. É indicado também o uso de meias elásticas compressivas para prevenir recorrências ou um agravamento do quadro com complicações como a Síndrome pós-trombótica. 

Prevenção

Pessoas que já tiveram tromboses recorrentes, precisam fazer uso de anticoagulantes por toda a vida, para evitar que a doença se manifeste novamente. Portadores de trombofilias, câncer ou outras doenças que aumentem o risco de TVP devem ser orientadas a fazerem uso de meias compressivas e evitar situações de imobilidade prolongada. 

Mas e você, o que achou das dicas que nós separamos sobre Trombose Venosa Profunda? Elas foram úteis para você? Deixe o seu comentário aqui no blog Essas e Outras.

Assuntos do Artigo:
  • relatos sobrenaturais no brasil em 2013

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.