Saúde e Bem Estar

Lúpus: Doença Auto-imune da Selena Gomez, Causa, Sintomas, Tratamento

Lúpus: Doença Auto-imune

O Lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença auto-imune muito conhecida e que recentemente virou assunto na mídia por causa da cantora Selena Gomez. A jovem, que é portadora da doença e faz tratamento, precisou ser submetida a um trasplante de rim, o que assustou muita gente. Mas afinal, o que causa Lúpus? O que signfica exatemente receber esse diagnóstico? É isso que você vai descobrir neste post que nós preparamos.

O que é Lúpus?

Lúpus Eritematoso Sistêmico é uma doença inflamatória crônica auto-imune que afeta múltiplos órgãos com períodos de exacerbações e remissões. Ela é mais comum em mulheres entre a segunda e a terceira década de vida.

Causa

A fisiopatologia da doença inclui fatores genéticos, hormonais e ambientais. Ela seria mais frequentes em portadores dos alelos HLA-DR2, HLA-DR3 classe II, HLA-DQw1 e DQw2 e teria como um possível fator desencadeante a ação do estrógeno, o que explica a sua maior prevalência em mulheres em idade fértil. O fator ambiental também importa, havendo relação da doença com a exposição solar, drogas e infecções. 

Sinais e sintomas

Sinais: eritema malar (sinal da borboleta do rosto), fotosensibilidade, adenomegalia, úlceras orais, fenômeno de Raynaud, eritema palmar.

Sintomas: serosites, artrite/artralgia, vasculites, nefrite, psicose, convulsões, febre, fadiga, perda de peso, mielite, anemia hemolítica, pneumonite, leucopenia. 

Complicações

Artropatia de Jaccoud, pericardite, derrame pleural, Hipertensão, hematúria, proteinúria, Insuficiência renal.

Diagnóstico

Critérios clínicos (pelo menos quatro sinais ou sintomas característico) e imunológicos, que incluem: presença de auto-anticorpos específicos (anti-Sm, anti-dsDNA e anti-P), redução do complemento (C3, C4 e CH50), alterações no hemograma e urina 1, elevação de VHS e PC.

Tratamento 

Medidas não farmacológicas: fotoproteção, dieta, controle do risco cardiovascular, atividade física.

Medicamentoso: corticóides na fase ativa da doença (doses baixas e pelo menor tempo possível), hidroxicloroquina, imunossupressores (azatioprina, ciclofosfamida), imunobiológicos (belizumabe, rituximabe), anti-hipertensivos, estatinas e vitamina D. 

Mas e você, o que achou das informações que nós separamos sobre o Lúpus? Elas te ajudaram a entender melhor a doença que fez a cantora Selena Gomez precisar de um transplante de rim? Deixe o seu comentário aqui no blog Essas e Outras. 

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.