Horta e Jardinagem

Dicas de Adubo Caseiro para Hortas e Jardins, Como Preparar

 Uma forma de combater a agressão à natureza e a saúde humana causada pelos agrotóxicos colocados nas plantas, temos o adubo caseiro feito com cascas de frutas, folhas, vegetais, minhocas e muitas outras formas de preparar adubo caseiro, compostagem orgânica e manter um cultivo orgânico.

Veja aqui no blog Essas e Outras como fazer adubo caseiro para hortas, vasos, jardins e plantas em geral, são opções de adubagem orgânica super simples e eficientes, que além de economizar, teremos produtos de primeira qualidade.

adubo-caseiro-para-horta-

Adubo caseiro

Já imaginou que folha de confrei e folha de urtiga podem se transformar num ótimo adubo orgânico feito em casa? Sabia que as minhocas ajudam formar a adubagem orgânica? As cascas de frutas e verduras e até restos d epeixe e de camarão pode se transformar em adubo caseiro? Separamos uma lista grande de opções para fazer adubo feito em casa para plantas e como fazer passo a passo cada uma delas.

Como fazer adubo caseiro para horta

Folhas de urtiga e confrei

Coloque as folhas de urtiga de molho em água num balde longe do sol em temperatura ambiente e deixe agir por sete dias. Coar, guardar e borrifar o líquido em hortas, vasos e jardins toda semana.

Folhas de confrei

Colocar de molho duas folhas para um copo de água e deixar agir no sol por três dias. Coar, regar a terra com a água e misturar as folhas na terra.

Cinzas de madeira são ótimas contra pragas e ajudam nutrir a terra.

Benefícios da minhoca em hortas

O húmus da minhoca nada mais é do que o esterco da minhoca, que ajuda fornecer os nutrientes que a terra precisa para manter-se fértil.

As minhocas afofam a terra, facilitam a oxigenação e ajudam manter a umidade.

Os crustáceos e restos de peixe para adubo caseiro

Cascas de camarão ou restos de peixe podem ser usado para fazer adubo caseiro, basta cavar um buraco na horta com 40 cm de profundidade em média, colocar as cascas de camarão o as cabeças, barbatanas e barriga do peixe, cobrir com terra e esperar 1 mês. Revolva a terra, transfira a mistura para outro buraco e aguarde mais 1 mês e o adubo caseiro estará pronto para uso e rico em nitrogênio e fósforo.

Cascas de frutas, de ovos e pó de café usado

Mantenha um cesto de lixo próximo à cozinha para armazenar cascas de frutas, legumes, folhas, vegetais em geral, cascas de ovo, pó de café coado. Faça um buraco na terra, coloque as cascas, cubra com terra e aguarde 15 dias. Misture novamente para oxigenar e deixe curtir por mais 15 dias. A borra de café além de adubar e nutrir o solo com fósforo, nitrogênio e potássio, ela evita o mau cheiro e afasta lesmas e caracóis das plantas.

A casca de ovo aumenta a resistência das plantas contra pragas e agressões do tempo.

Folhas e grama para fazer adubo caseiro

Separe folhas de árvore que caíram, apara de grama e espalhe sobre a terra da horta ou vasos. Ao se decompor as folhas e a grama vão nutrir as plantas com nitrogênio e deixar a terra mais fofa, além d eótima cobertura morta para vasos e hortas.

Esterco como adubo caseiro

Usar esterco em plantas é um costume antigo e eficiente. A dica é misturar esterco de ave, bovino, de cavalos ou de ovelhas curtido na terra. Para curtir o esterco, deixe-o secar ao sol ou em um recipiente, ou buraco impermeabilizado com geomembrana de 0,8 mm para depois usar o chorume o o fertilizante pronto no solo. Coar, pulverizar a água na terra e misturar o esterco curtido na terra.

Quando o animal está no pasto, seu resíduo ou esterco que cai diretamente no solo, sem contato com água, vai se degradando aos poucos e vira adubo.

 O esterco animal é uma matéria orgânica que quando entra em contato com água, rouba da água o oxigênio para se decompor, aí sim vai contaminar a terra, o lençol freático e vira um problema, afirma reportagem do Globo Rural.

Outra dica é curtir o esterco misturado na terra por um tempo e depois que ele virou um pó seco curtido, que deve ser colocado nas plantas, assim ele não contamina a terra com pragas indesejáveis.

Se o animal fica no pasto, o material vai sendo espalhado conforme ele anda, se degrada aos poucos e acaba virando adubo.

Esterco é matéria orgânica que, na água, rouba o oxigênio dela para sua decomposição

Estas são algumas formas de adubar sua horta sem usar agrotóxicos, de maneira sustentável e eficiente.

Comente.

Assuntos do Artigo:
  • adubo organico de cascas de camarao

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. nauricio disse:

    o esterco bovino não traz para a terra pragas indesejaveis

     

    • Graci disse:

      OLá Mauricio

      Ótima observação a sua!!

      Pesquisei sobre o assunto e encontrei uma matéria do Globo Rural, afirmando que:

      Quando o animal está no pasto, seu resíduo ou esterco que cai diretamente no solo, sem contato com água, vai se degradando aos poucos e vira adubo.

       O esterco animal é uma matéria orgânica que quando entra em contato com água, perde o oxigênio usado na sua decomposição, aí sim vai contaminar a terra.

      O correto é curtir o esterco misturado na terra por um tempo e depois que ele virou um pó seco, que deve ser colocado nas plantas, assim ele não contamina a terra com pragas indesejáveis.

      Grata pelo comentário

      Volte sempre.

      Veja abaixo matéria do Globo Rural sobre o assunto:

       http://g1.globo.com/economia/agronegocios/globo-rural/noticia/2017/08/esterco-tratado-vira-fertilizante-e-evita-contaminacao-de-nascentes-de-agua.html

      Estamos com um problema interno de edição de posts, assim que regularizar vamos alterar as informações sobre adubo caseiro com esterco animal.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.